Viagem

"Quando nada aqui fora me agrada, me isolo, me esqueço, fecho os olhos... E desapareço."

terça-feira, 6 de setembro de 2016

'Rumo ao rumo'



Sensações e intuições me apertam o peito
Mas eu insisto no despeito
Talvez pelo não respeito de mim mesmo
Que eu ainda viva a esmo
E mais uma vez saio do rumo
Por uma sutil coincidência que surge após sua tomada
Coincidência que vem, ilude e depois parte
Que briga com minha intuição
Deixando minha coragem isolada

Coincidência que insiste em me cobrir de tolice
Que acredita na minha cegueira
Tá na hora de partir...



Priscila...

Traduzir este blog